segunda-feira, 27 de outubro de 2008

O Almanaque do Fusca.

O Fusca, um veículo notável, que não por acaso foi eleito pela imprensa internacional “O Carro do Século XX”. Esteve presente em mais de 150 países, vendendo incríveis 21 milhões de unidades. Um ícone como o Fusca merecia seu próprio Almanaque. E este Almanaque do Fusca, da Editora Ediouro está a sua altura. Ricamente ilustrado, fala sobre todos os aspectos envolvendo o Besouro. Conta em detalhes sua história, da Alemanha Nazista de Hitler ao “Ultima Edicion” mexicano de 2002, passando pelos modelos especiais como os Hebmuller e Karmann Cabrilet, o militar Kommandeurwagen, sem falar nos brasileiros “Cornowagen”, “Pé-de-Boi” e finalmente o Fusca “Itamar”.




Fala sobre seus derivados como o belo Karmann-Ghia, a Kombi, o SP2, o VW 1600 (Zé do Caixão), o TL, a Variant, a Brasília... Apresenta a linha dos chamados veículos “fora-de-série” nacionais, cujas mecânicas eram baseadas no simples e confiável boxer refrigerada a ar, incluídos aí o MP Lafer, o Bugre, o Bianco, o Dacon e o de maior sucesso de todos: o Puma. Mostra ainda o desempenho do Fusca nas pistas de corrida, veículos modificados, o Volkswagen no cinema e na TV, as campanhas publicitárias ao longo de sua existência e depoimentos de gente famosa, narrando suas experiências inesquecíveis com o Fusca.

Só não espere encontrar neste almanaque algo do tipo “manual do proprietário”. Este não é seu objetivo. Aqui você não vai achar nada a respeito mecânica, elétrica, dicas de manutenção ou coisas do gênero. O objetivo de seus autores foi criar uma obra descontraída, divertida e ao mesmo tempo informativa e histórica. Quem folhear o livro daqui há 30 ou 40 anos vai ter uma visão completa da importância de um dos carros mais amados de todos os tempos.
Para maiores informações sobre este Almanaque você encontra em www.ediouro.com.br

2 comentários:

Raul disse...

Este almanaque tem algumas fotos muito boas, mas está cheio de erros, informações inprecisas, fotos de modelos feitos fora como se fossem nacionais, fala muito pouco do Zé do Caixão e nem sequer menciona o projeto AE97, também esqueceu do VW 181.
Um livro que eu teria reservas em didicá-lo para outras pessoas.

Anônimo disse...

legal cara realmente o carro de todos os tempos ar condicionado de carro