segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Porsche 914: Um esportivo com mecanica VW.

Em 1969, foi apresentado no salão de Genebra - Suíça, o Porsche 914, também conhecido como Volkswagen Porsche. A Porsche queria popularizar sua marca e lançou este modelo que unia o design Porsche com a simplicidade e confiabilidade da mecânica VW. A carroceria era feita pela Karmann e a mecânica VW.



O 914 tinha um desenho suave, mas ao mesmo tempo pouco fora do convencional, mas não era audacioso. O motor era um boxer ( similar ao do fusca) de 4 cilindros 1.7 injetado refrigerado a ar posicionado no centro, logo após os bancos e gerava 80hp de potência. Assim como o Fusca, o porta malas fica na frente onde abriga o estepe. Ele comportava somente 2 pessoas e poderia se transformar em um conversível, retirando sua capota, onde era guardado no compartimento próximo ao motor.




As rodas Fuschs estampavam o símbolo da Porsche, e no centro do volante esta o brasão da fabrica da Wolfsburg da VW assim como o logo na tampa do motor, misturado ao nome Porsche. Houve evolução na motorização do 914, que, mais tarde foi equipado com um motor boxer 2.0 com 100hp, e por fim, um motor boxer 2.0 de seis cilindros com 110hp e atingia incríveis 220 quiômetros por hora.




O 914 participou de várias competições na Europa e nos EUA em provas de longa distância, como a 24 Horas de Le Mans, na França, ou a 1.000 Quilômetros de Monza, na Itália. Dentro de sua categoria, sempre fez bonito. O modelo de corrida, feito sob encomenda, se distinguia dos outros pelos faróis de longo alcance redondos sobre o capô e pelas rodas Fuchs com pneus mais largos. Foram produzidos 115 mil exemplares do 914 entre 1969 à 1976. A história da Porsche e da VW se cruzaram para criar um belíssimo projeto atualmente cobiçado por colecionadores!



Fonte: http://www2.uol.com.br/bestcars/ph/108a-2.htm
http://www.topspeed.com/cars/porsche-914/ke3319.html

2 comentários:

Fernando Levra disse...

Olá!

Gostei muito da matéria sobre esse inusitado Porche... É engraçado ver uma marca tão conhecida por esportivos fazer um carro mais "amansado". Prova concreta da ligação porche-volkwagen.

Queria saber se poderiamos fazer uma parceria. Meu blog é o Somnuscars, de uma olhada, quando puder.

www.somnuscars.com

Abraços!

Fernando Levra

Toni disse...

Bela lembrança! Fui o feliz proprietário de um exemplar vermelho 1.970, durante 10 anos, de1.994 a 2.004, um dos primeiros a entrar no Brasil. Vale lembrar que o conceito deste carro, com motor central e câmbio "lá atrás" é derivado do 904 de corrida. Na verdade, a versão 6 cilindros não veio depois. Desde 1.970 ela foi comercializada nas duas versões: a de 4 cilindros com motor 1.7 da VW e a de 6 cilindros, com motor 2.0 da Porsche, aqui chamada de "barra seis" (914/6). Em alguns países a versão 4 cilindros era comercializada nas revendas VW e a 6 nas revendas Porsche. Foi uma joint-venture visando o maior mercado da Porsche, os EUA. Porém a última das 3.300 unidades do 914/6 foi produzida em 1.972, devido ao seu alto custo, já os 914/4 duraram até 1.976. Os que tiveram melhor desempenho em Le Mans foram os 916, com pára-lamas alargados foi um projeto concebido para as pistas, com muita coisa diferente da versão de rua, consta que só foram produzidas 9 unidades do 916 e ainda foram produzidas 2 unidades com 8 cilindros, uma está no museu da Porsche e outra até hoje com a família de seu primeiro dono, um alto funcionário da empresa que o ganhou de presente. Ao amigo Fernando Levra, gostaria de dizer que ele não foi propriamente uma versão "amansada" e também não é tão inusitado assim: há que se considerar que ele foi apresentado no final da década de 1.960 e os 912, antecessores de alguns anos, também utilizavam motorização 4 cilindros não muito mais forte do que a dos 914. Podemos dizer que ele foi o Boxter dos anos 70 ou que o Boxter é o atual 914. Apenas como curiosidade, meu querido amigo Rubem Duailibi, a maior autoridade brasileira em arqueologia do automóvel, primeiro presidente do Porsche Clube do Brasil antes da sua fundação oficial em 1.997 e meu companheiro de rallye em diversos eventos do Porsche Clube me disse que o projetista do 914 casou-se com uma brasileira e vive até hoje na terra natal dela, a Bahia. Obrigado pela grata lembrança que a sua matéria me trouxe. Um forte abraço, Toni Almeida.